Acompanhe o Facebook Acompanhe o Instagram Acompanhe o YouTube
 
 
A VOZ DA IGREJA > Liturgia Diária
22.Jan - Sábado da 2ª Semana Do Tempo Comum
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
  • 1ª Leitura
  • Salmo
  • Evangelho
  • 1ª Leitura - 2Sm 1,1-4.11-12.19.23-27



     



    Como tombaram os fortes na batalha!

    Início do Segundo Livro de Samuel 1,1-4.11-12.19.23-27

     

    Naqueles dias:
    1Davi regressou da derrota que infligiu aos amalecitas,
    e esteve dois dias em Siceleg.
    2No terceiro dia, apareceu um homem,
    que vinha do acampamento de Saul,
    com as vestes rasgadas e a cabeça coberta de pó.
    Ao chegar perto de Davi, prostrou-se por terra
    e fez-lhe uma profunda reverência.
    3Davi perguntou-lhe:
    'Donde vens?'
    Ele respondeu:
    'Salvei-me do acampamento de Israel'.
    4'Que aconteceu?', perguntou-lhe Davi.
    'Conta-me tudo!'
    Ele respondeu:
    'As tropas fugiram da batalha,
    e muitos do povo caíram mortos.
    Até Saul e o seu filho Jônatas pereceram!'
    11Então Davi tomou suas próprias vestes e rasgou-as,
    e todos os que estavam com ele fizeram o mesmo.
    12Lamentaram-se, choraram e jejuaram até à tarde,
    por Saul e por seu filho Jônatas,
    e por causa do povo do Senhor e da casa de Israel,
    porque haviam tombado pela espada.
    19'Tua glória, ó Israel,
    jaz ferida de morte sobre os teus montes.
    Como tombaram os fortes!
    23Saul e Jônatas, amados e belos,
    nem vida nem morte os puderam separar,
    mais velozes que as águias, mais fortes que os leões.
    24Filhas de Israel, chorai sobre Saul.
    Ele vos vestia de púrpura suntuosa
    e ornava de ouro os vossos vestidos.
    25Como tombaram os fortes em plena batalha!
    Jônatas foi morto sobre as tuas alturas.
    26Choro por ti, meu irmão Jônatas.
    Tu me eras tão querido;
    tua amizade me era mais cara
    que o amor das mulheres.
    27Como tombaram os fortes,
    como pereceram as armas de guerra!'
    Palavra do Senhor.

    Salmo - Sl 79, 2-3. 5-7 (R. 4b)


     


    R. Resplandecei a vossa face, e nós seremos salvos!.


    2Ó Pastor de Israel, prestai ouvidos. *
    Vós, que a José apascentais qual um rebanho!
    Vós, que sobre os querubins vos assentais, +
    aparecei cheio de glória e esplendor *
    3ante Efraim e Benjamim e Manassés!
    Despertai vosso poder, ó nosso Deus, *
    e vinde logo nos trazer a salvação!R.

    5Até quando, ó Senhor, vos irritais, *
    apesar da oração do vosso povo?
    6Vós nos destes a comer o pão das lágrimas, *
    e a beber destes um pranto copioso.
    7Para os vizinhos somos causa de contenda, *
    de zombaria para os nossos inimigos.R.

    Evangelho - Mc 3,20-21


     


    Os parentes de Jesus diziam que estava fora de si.

    + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 3,20-21

     

    Naquele tempo:
    20Jesus voltou para casa com os discípulos.
    E de novo se reuniu tanta gente
    que eles nem sequer podiam comer.
    21Quando souberam disso,
    os parentes de Jesus saíram para agarrá-lo,
    porque diziam que estava fora de si.
    Palavra da Salvação.
     
    ENTRE EM CONTATO
    acompanhe nossas
    redes sociais
    Acompanhe o Facebook
    Acompanhe o Instagram
    Acompanhe o YouTube
    ENCONTRE-NOS
    Rua Pedro Manoel Apolinário, 90 - Caixa Postal 90 - Cep: 88.804-350 - Santa Bárbara - Criciúma/SC

    Copyright © Diocese de Criciúma. Todos os direitos reservados

    Desenvolvido com amor Agência Arcanjo