Cúria Diocesana (48) 3433.6313 Catedral São José (48) 3433.1079 imprensa@diocesecriciuma.com.br

Seminarista Guilherme Bada participa de missão na África

Data de Publicação
24
2018
12
Segunda-feira
16h11
24 de Dezembro de 2018 16h11

PROJETO FÉRIAS MISSIONÁRIAS
MISSÃO ANUNCIAÇÃO EM GUINÉ-BISSAU - ÁFRICA

Nós, do COMISE do Regional Sul 4, organizamos, durante todo o ano de 2019, o projeto férias missionárias intitulado Missão Anunciação.

Partimos no dia 17 de dezembro e chegamos por volta das 23 horas do dia 18 de dezembro em Guiné Bissau, país onde acontecerá a experiência missionária. No dia 17, tivemos a missa de envio com o arcebispo metropolitano de Florianópolis, bem como padres e familiares presentes.

Esta experiência conta com a participação de 10 seminaristas e 7 leigos, somando 17 missionários do Estado de Santa Catarina. Dentre esses 10 seminaristas, está o seminarista da Diocese de Criciúma, Guilherme Bada Duzioni, do quarto ano de Teologia.
A missão acontece de 17 de dezembro a 22 de janeiro de 2019. Será uma experiência de 36 dias de missão ad gentes.

Uma iniciativa ousada, mas confiando na mão de Deus que nos guarda, nos lançamos confiantes. Estamos com o coração cheio de felicidade em realizar tal experiência. Missão é sair de nós mesmos, a fim de encontrar o outro; é deixar ser encontrado por Deus; é ser, de Deus, instrumento para a alegria e a paz entre os povos. Sacrificamos nossas férias, período muito caro para nós, do Natal e tempo de ficar em casa com a família, mas cremos que necessitamos sair de nossa comodidade para se colocar numa perspectiva de Igreja em saída, como Deus tem pedido através de nosso santo padre Francisco.

Realizaremos, neste período, inúmeras atividades de evangelização, seja catequeses, momentos com as crianças, ajuda na área da educação na escola que lá existe. Levamos muitas doações que recebemos no Brasil para esta missão, desde já somos gratos a cada mão que se estendeu para nos ajudar.

Seremos acolhidos pelo projeto de missão ad agentes da comunidade católica Divino Oleiro, que já existe há alguns anos lá. Ela atua com leigos consagrados e um padre. Desenvolvem a evangelização como primeiro anúncio. A missão administra uma escola, um hospital e concede muitos auxílios sociais em vista da pobreza extrema da realidade.

O país possui em torno de 50% da população pertencente as religiões primitivas; 40% de mulçumanos e apenas de 10% de cristãos.

Colaboração: Seminarista Luan Zanoni