Cúria Diocesana (48) 3433.6313 Catedral São José (48) 3433.1079 imprensa@diocesecriciuma.com.br

Paróquia de Urussanga celebra jubileu de Padre Carlos

Data de Publicação
16
2013
07
Terça-feira
17h00
16 de Julho de 2013 17h00

No domingo, 14 de julho, a Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Urussanga, celebrou os 50 anos de Sacerdócio do vigário paroquial, Padre Carlos Wecki. Na presença de padres e pessoas de outras paróquias da Diocese de Criciúma, o bispo Dom Jacinto Inacio Flach presidiu a missa, que festejou o Sagrado Coração de Jesus e recordou os 25 anos de ordenação presbiteral do epíscopo. “Quando Jesus é transpassado pela lança, quando sai sangue e água de seu coração, nasce a Igreja, porque nasce o Amor. Justamente nesta escola queremos aprender de Jesus, que é manso e humilde de coração”, disse o bispo.

No início da missa, padre Carlos e Dom Jacinto receberam, cada um, uma casula de presente. Também foram acolhidos os números representando seu tempo de serviço à Igreja enquanto sacerdotes e a figura do Bom Pastor, representada por um jovem e também um microfone e um rádio, recordando todos os programas católicos já conduzidos por Padre Carlos.

“Padre Carlos é uma pessoa muito ligada ao Apostolado da Oração. Este coroamento não é uma coincidência, mas uma providência de Deus”, afirmou Dom Jacinto.

Questionado pelo bispo sobre os fatos e passagens que marcaram sua vida, Padre Carlos iniciou falando sobre a atitude de Jesus na cruz, quando manifestou misericórdia para com o bandido Dimas. “Jesus sabia dos pecados daquele homem, mas Jesus vai direto ao nosso coração, ao nosso arrependimento”. E continuou: “ São 50 anos de padre. Mais coisas boas que ruins. Nessa trajetória, a gente tem agradecimentos a fazer. Primeiro a Deus, que me chamou, mesmo eu me sentindo sem condições, mas que me chamou. Agradeço a Dom Anselmo, bispo que me impôs as mãos e hoje ao nosso bispo, a quem prometo minha obediência. Agradeço a meu pároco, padre Jiovani, que me acolheu sabendo de minhas fragilidades, e um grande agradecimento a todas as paróquias por onde passei”.

Ao final da missa, o pároco, padre Jiovani Manique Barreto, agradeceu, em nome da paróquia, a Padre Carlos. “Tenha sempre este entusiasmo para trabalhar na Igreja do Senhor. Muito obrigado pelo que realizas e continuarás realizando em nossa paróquia!”. O pároco também estendeu o agradecimento ao bispo: “Que o Coração de Jesus dê força e coragem para levar adiante nossa diocese e o novo santuário dedicado ao Sagrado Coração de Jesus. Obrigado por tudo”, enfatizou.

Após a missa, todos se dirigiram ao Centro Comunitário da Igreja Matriz para o almoço de confraternização e o corte do bolo de aniversário. Na ocasião, foram recordados momentos da trajetória de Padre Carlos, através de relatos e fotos.