Cúria Diocesana (48) 3433.6313 Catedral São José (48) 3433.1079 imprensa@diocesecriciuma.com.br

Papa agradece cartas e envia bênção apostólica a crianças da Paróquia São Paulo Apóstolo

Data de Publicação
16
2018
02
Sexta-feira
09h56
16 de Fevereiro de 2018 09h56

Uma grande surpresa aguarda os catequizandos da Paróquia São Paulo Apóstolo, em Criciúma, que em breve retornarão aos semanais encontros de catequese. Na semana passada, o pároco, padre José Francisco da Silva, o padre Chico, recebeu dos Correios uma entrega muito especial. Um ano após mais de 300 crianças e adolescentes de 25 turmas de catequese da comunidade Matriz enviarem suas cartinhas para o Papa Francisco, com mensagens, orações e desenhos, em dezembro de 2016, uma carta em nome do Sumo Pontifíce, assinada por seu assessor, Monsenhor Paolo Borgia, chegou à Paróquia.

Conforme padre Chico, a notícia agora é revelada a catequistas e catequizandos, e à catequista que coordenou as atividades na Paróquia, Maria Amélia de Barros e Silva, a quem o assessor do Papa se dirige com estas palavras, na íntegra:

"Prezada Senhora,
 
O Papa Francisco ficou feliz com as cartas que as crianças da Catequese da Paróquia São Paulo Apóstolo lhe enviaram, sinal de carinho por ele e do desejo que cada uma delas tem de ser sempre bondosa, amiga de Jesus e amiga também de todas as pessoas.
 
O Papa manda dizer que reza ao Senhor Jesus, Amigo das crianças, por cada um dos que escreveram, a fim de que sejam sempre bons e felizes, protegendo-os e assistindo-os com a graça de Deus; o Santo Padre reza também para que todos sempre façam contente Jesus, dando alegria àqueles que estão ao seu lado: pais, irmãos, professores, catequistas e as restantes pessoas, de modo particular aquelas que mais precisam de ajuda ou são pobres. E para que as crianças da Paróquia São Paulo Apóstolo e seus familiares se mantenham no bom caminho e vivam sempre na amizade de Deus, o Papa Francisco envia a todos uma especial Bênção Apostólica e pede-lhes também que rezem por ele.
 
Aproveito a ocasião para lhe manifestar minha fraterna estima em Cristo Senhor.
 
Mons. Paolo Borgia
Assessor"

A iniciativa de enviar as cartas foi resultante da vivência do Ano Santo da Misericórdia e encheu de entusiasmo catequizandos e catequistas. À época, Maria Amélia relatou: "Cada turma fez mensagens, orações e desenhos, representados numa única folha. Nós revisamos, mas não corrigimos; deixamos na forma original, conforme as crianças fizeram, dentro da emoção que elas sentiram, porque, enquanto elas estavam fazendo, conversando com as catequistas, muitas ficaram emocionadas. A figura do Papa Francisco, para elas, é muito familiar. É um papa que está muito próximo de todos. Até nas redes sociais ele participa, então essa proximidade, essa abertura foi muito legal porque as crianças têm o Papa Francisco como nós temos aqui o padre Chico: conhecido, faz parte da nossa catequese. Não foi só pedindo ao Papa Francisco saúde, muita alegria e muitos anos de vida para ele. Eles pediram orações pela humanidade, pela natureza, pela união das famílias. Numa das mensagens, uma criança colocou que queria que ele rezasse para que nunca faltasse água no mundo. Outras pediram para que o Papa rezasse pela família deles".

Por ocasião da viagem de padre Chico a Roma, em dezembro de 2016, as cartinhas foram entregues nas mãos do Santo Padre, durante sua passagem no meio do povo, em uma Audiência Geral. "Com muita alegria a gente recebe esta correspondência do Papa. Ele deu importância àquilo que as crianças escreveram. São muito bonitas essas palavras do Papa dirigidas, de modo especial, à nossa Paróquia, aos nossos catequizandos e catequistas. Vejo o Papa como o grande pastor da nossa Igreja, todo o seu serviço, todo o seu trabalho querendo que a Igreja se torne mais aberta e acolhedora para todo o povo e também um grande homem para a humanidade, se dedicando pela paz e pela justiça de todo o povo. É assim que vejo a presença do Papa", declara padre Chico.