Cúria Diocesana (48) 3433.6313 Catedral São José (48) 3433.1079 imprensa@diocesecriciuma.com.br

Comunidade Boa Vista acolhe encontro comarcal da Mãe Peregrina

Data de Publicação
29
2019
07
Segunda-feira
13h58
29 de Julho de 2019 13h58

"Quanta gente!" - essa foi a principal afirmação dos que participaram do Encontro Comarcal do Movimento Apostólico de Schöenstatt (Mãe Peregrina) realizado no domingo, 28, na Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, Boa Vista, Criciúma. Aproximadamente 300 pessoas participaram do encontro que foi animado pela coordenação comarcal do movimento e contou com a presença da Irmã Vera Debald, de Florianópolis, responsável pelo Movimento Apostólico no Estado de Santa Catarina, da coordenadora diocesana da Mãe Peregrina, Débora Rodrigues e do Assessor Eclesiástico, Padre Roberto Silva. Todas as nove paróquias que fazem parte da Comarca de Criciúma estiveram representadas.

O encontro foi marcado pelo estudo do tema "Recomeçar de novo", questão assumida pelo movimento em caráter mundial para o ano de 2019. O Diácono Richardson Souza dirigiu a espiritualização inicial, motivando os presentes a aprofundarem-se nesta temática. Em seguida, uma vivência foi conduzida pela coordenadora comarcal, Rejane Martignago, ressaltando a importância desse retorno às origens do movimento apostólico. A reflexão foi concluída por Irmã Vera, reforçando o caráter missionário do apostolado.

Segundo a religiosa, "o Papa convidou o mundo para sair. O Mês Missionário Extraordinário não é a única oportunidade de fazer missão. Ele é um impulso, um motivador, mas nós precisamos estar sempre na estrada. Faz parte da nossa origem apostólica ser missionárias". A palestra foi concluída com uma provocação: "Vamos fazer missão em nossa família, em nossa rua, em nossa comunidade? Não se pode pensar em missão sem contar com a proteção preciosa da mãe".

O encontro foi concluído com a celebração da Santa Missa, presidida pelo Padre Roberto Silva, assessor eclesiástico. Na sua homilia, ele ressaltou a importância do Movimento Apostólico na vida das paróquias. "A mãe nunca deixa de visitar seus filhos, por mais que eles não sejam tão acolhedores. As capelinhas da Mãe Peregrina vão a lugares que nós, padres, não conseguimos chegar, e encontram pessoas e situações que nem sempre entendemos ou acompanhamos. Sem a mãe, nossa missão seria bem mais difícil", ressaltou.

Como compromisso final, a assembleia foi motivada a rezar a participar da ordenação presbiteral do Diácono Richardson, marcada para 21 de setembro, em Siderópolis. "Nossa Diocese está sendo abençoada. Nesse ano já foram ordenados três padres e, em setembro, nosso irmão Richardson. Isso é fruto da nossa oração constante e da ação avivadora do Espírito Santo. Se quisermos uma Igreja viva, precisamos do esforço e empenho de cada movimento, de cada serviço de pastoral, de cada irmão e irmã, dobrando os joelhos e pedindo ao Senhor da Messe, sempre confiando na sua graça", concluiu o Padre Joel Sávio, Pároco da paróquia que acolheu o encontro, que concelebrou a Santa Missa.