Cúria Diocesana (48) 3433.6313 Catedral São José (48) 3433.1079 imprensa@diocesecriciuma.com.br

Catedral reúne multidão em missa de Corpus Christi e abençoa monumento na Praça do Congresso

Data de Publicação
31
2018
05
Quinta-feira
20h32
31 de Maio de 2018 20h32

Mais de mil fiéis participaram, na tarde desta quinta-feira, 31, da Missa e Procissão de Corpus Christi celebrada pela Paróquia São José, em Criciúma. Como já é de costume, a solenidade teve início na Praça do Congresso, com a celebração eucarística, e culminou com a bênção com o Santíssimo Sacramento, sob o átrio da Catedral. A missa foi presidida pelo pároco, padre Antônio Júnior, e concelebrada pelos padres Silvestre Koepp, Marcos Ferreira e José Cipriano. O Bispo Diocesano, Dom Jacinto Inacio Flach, não pode comparecer à celebração, em razão de uma forte gripe.

Os tapetes confeccionados por movimentos, pastorais, comunidades e colégios católicos inseridos na Paróquia mantiveram seu foco em temas eucarísticos. Em sua homilia, padre Antônio Júnior destacou o dia especial em que a Igreja manifesta publicamente a fé em Jesus Eucarístico pelas ruas das cidades. "Hoje essa praça se torna uma grande tenda para nos encontrarmos com os irmãos e com Jesus, que se dá a nós e que caminha conosco", disse o pároco.

Padre Antônio Júnior falou da fé professada pelos católicos no pão consagrado durante a missa. "Aos olhos humanos é um pão, mas aos olhos da fé, o nosso coração sabe que é Jesus, doce alívio da alma, amado de nossas almas. São Padre Pio nos diz que, se todos os católicos, todos aqueles que se dizem cristãos tivessem, realmente, consciência do que é a missa, do que é a Eucaristia no meio de nós, certamente as portas de nossas igrejas sempre deveriam ter muitos guardas para organizar as filas que ali se formariam, dada a importância, a grandeza e a beleza deste sacramento, que é o maior que nós temos sobre a face da terra. Sem Eucaristia, não existe Igreja Católica. O maior tesouro que nós temos é a Eucaristia: Jesus que nos dá força, coragem e nos alimenta para que possamos, no mundo, ser testemunhas vivas do santo Evangelho. Por isso, amados irmãos e irmãs, um católico que se diz católico e é capaz de dizer 'eu não vou a missa' é a mesma coisa que um ser humano dizer 'eu não preciso comer'. Uma coisa não fecha com a outra! O católico se alimenta de Jesus na Eucaristia". 

O pároco pediu que a festa celebrada neste dia pela Igreja seja uma oportunidade para pedir a Jesus que todos se tornem homens e mulheres "eucaristizados", que vivam verdadeiramente como cristãos, vivam a santa missa. "Que esta missa seja, para nós, um momento de conversão dos nossos corações. Que cada um de nós possa, diante de Jesus, pedir a graça de viver o dia a dia como cristão. Não podemos ter uma prática religiosa cristã e uma vida pagã; isso não agrada Nosso Senhor. É preciso que vivamos o cristianismo na fé, na religião, mas também no nosso cotidiano", orientou o sacerdote.

Praça ganha monumento alusivo ao Congresso Eucarístico

Em razão de muitas pessoas questionarem a origem do nome da Praça do Congresso, por iniciativa da Paróquia São José e doação do projeto pelo arquiteto Maurício Carneiro, a missa de Corpus Christi marcou história, com a inauguração de um monumento alusivo ao evento católico nacional realizado no local, em dezembro de 1946. Para descerrar o monumento, em forma de cruz, foi convidada a paroquiana Maria Inês Conti, que recebeu sua Primeira Eucaristia durante o Congresso, e o senhor Valdonir Cardoso, que também participou do encontro e tinha guardado consigo um livrinho de cantos com o brasão do Congresso. "Para perpetuar esta memória e para que, realmente, possa ficar gravado no coração da nossa cidade, nós hoje inauguramos esse monumento, para que todos saibam que esta praça tem este belíssimo nome porque aqui Nosso Senhor é honrado, porque Jesus é o Senhor desta cidade, é o Senhor de Criciúma, das nossas casas e de nossas famílias", disse padre Antônio Júnior. Após a bênção do monumento, a procissão seguiu até a Catedral, onde foi dada a bênção, com uma prece especial de padre Antônio Júnior pelo Brasil.