Cúria Diocesana (48) 3433.6313 Catedral São José (48) 3433.1079 imprensa@diocesecriciuma.com.br

Atendimento é foco de encontro de colaboradores paroquiais

Data de Publicação
31
2019
05
Sexta-feira
15h08
31 de Maio de 2019 15h08

Atendentes, auxiliares e zeladores de todas as paróquias, cúria e seminário menor e propedêutico da Diocese de Criciúma estiveram reunidos durante todo o dia de quarta-feira, 29 de maio, no Encontro Diocesano de Colaboradores Paroquiais. A atividade congregou 122 pessoas e foi acolhida pela Paróquia Santa Bárbara, em Criciúma. Organizado pelo Economato e pela Coordenação Diocesana de Pastoral, o encontro teve por tema "Atendimento nas paróquias: cartão de visita e face da Igreja", e contou com a assessoria de José Carlos Virtuoso e Jucélia da Silva Abel, da Orbbi Desenvolvimento Profissional.

O encontro iniciou com a acolhida por comarca, conduzida pelo Coordenador Diocesano de Pastoral, padre Antônio Júnior, seguida de um momento de oração, conduzido pelo secretário da Paróquia São João Paulo II, de Sombrio, Alan Votri. Reflexão, orientações, partilha, dinâmicas, música, atividades em grupo e descontração marcaram o dia.

"Somos uma Igreja e estamos a serviço desta Igreja. É uma relação profissional que não pode ser separada do papel de acolher as pessoas. Somos privilegiados, porque trabalhamos com algo que a nossa vida se envolve, que é a religiosidade. Mas acima de tudo, somos profissionais, somos remunerados para fazer o nosso trabalho. Muitas vezes, acabamos misturando as coisas. Temos uma responsabilidade maior que as empresas públicas e privadas, que é o amor envolvido no acolhimento. Como se trata da casa de Deus, as pessoas esperam que o atendimento seja perfeito", salientou a facilitadora Jucélia ao afirmar que, no trabalho dos colaboradores paroquiais, a acolhida, o amor e a compreensão necessitam estar mais desenvolvidos.

As dificuldades que os colaboradores enfrentam no dia a dia, nas relações interpessoais, também foram evidenciadas. "Às vezes, temos que enfrentar situações e ser como o Bom Samaritano. Nosso trabalho na paróquia é o cartão de visita da Igreja. É importante perceber a emoção do outro", disse Zeca Virtuoso. De acordo com o assessor, os funcionários necessitam perceber as emoções em si próprios e naqueles que os procuram e ter uma inteligência emocional para lidar com isso.

As formas de comunicação e a maneira adequada de exercer cada uma delas foram esmiuçadas pelos assessores. Os valores de cooperação, compromisso, interação, responsabilidade, organização e postura no ambiente de trabalho também foram lembrados durante o dia. Algumas dinâmicas marcaram a sequência de atividades, como da teia, dos balões, e a do desenho da vaca, que teve as partes do corpo montadas em grupos. "Uma 'vaca' mal feita pode ser sinal de esvaziamento. É importante cooperar e dizer não ao individualismo. O meu trabalho aparece, muito melhor, no coletivo. Não adianta o padre trazer o povo e a equipe da paróquia mandar embora", advertiu Zeca, levando o grupo a refletir sobre a importância da comunicação eficaz e do trabalho em conjunto dentro da paróquia.

A atividade agradou os participantes, como é o caso da secretária Maria de Lourdes Lorenzon Bettiol, que trabalha a quase sete anos na Paróquia Santo Alexandre, em Treviso. "O encontro foi maravilhoso. Por mais que já saibamos muitas coisas e algumas estejam esquecidas, sempre precisamos ter um momento que nos traga de volta a lembrança e nos faça olhar diferente, nos motivando a ser bons no que fazemos".
 
Também novos colaboradores apreciaram o encontro, como Vanessa Varella, que neste ano iniciou seu trabalho como atendente na Paróquia Sagrada Família, em Araranguá. "Quero agradecer pelo dia que foi inesquecível, muito bom e proveitoso, com muitos ensinamentos, além da oportunidade de conhecer pessoas maravilhosas. A organização está de parabéns. Foi perfeito e esperamos por mais momentos assim".
 
Ao final do encontro, o Vigário Geral, padre Wilson Buss, e a Ecônoma, Maria Mezari, agradeceram a presença dos colaboradores. De acordo com padre Antônio Júnior, no segundo semestre de 2019, um segundo encontro será realizado pela Diocese, dedicado especialmente à espiritualidade dos colaboradores.