Cúria Diocesana (48) 3433.6313 Catedral São José (48) 3433.1079 imprensa@diocesecriciuma.com.br

Assembleia delibera atualização de parte do Plano Diocesano de Pastoral

Data de Publicação
23
2017
10
Segunda-feira
16h00
23 de Outubro de 2017 16h00

Nos dias 20 e 21 de outubro, cerca de 160 representantes das paróquias e serviços de pastoral da Diocese de Criciúma encaminharam a atualização e aprovação de três capítulos do Plano Diocesano de Pastoral. A 22ª Assembleia Diocesana de Pastoral, que contou com participação de padres, religiosas e leigos, foi realizada na Fundação Shalom da Família, em Linha Batista, com o objetivo principal de encaminhar o processo de atualização do documento que regerá os passos da Igreja diocesana na caminhada de 2018 a 2023.

"Somos filhos e filhas desta Igreja com funções, ministérios, graças e sacramentos diferentes, mas todos do mesmo Pai. Neste barco que tanto amamos, que se chama Igreja particular de Criciúma, nós temos uma grande missão, por isso já fizemos a primeira parte da nossa Assembleia, pois neste ano ela é muito especial, por causa do nosso Plano de Pastoral. Fazer algo que deve durar pelo menos cinco anos não é de um minuto para outro. Muita coisa precisa ser ouvida e acolhida, pois é algo importante que servirá a milhares de pessoas em nossa Diocese. Muito do que fizermos aqui chegará lá, na base. Gostaria que fizéssemos com muita fé, amor e responsabilidade este nosso trabalho. É também um momento de convivência, celebração e confraternização nessa missão importante que temos pela frente. Que o Espírito Santo nos ilumine!", disse o Bispo, Dom Jacinto Inacio Flach, ao declarar aberta a Assembleia de Pastoral. Conforme o epíscopo, a Diocese de Criciúma conta, atualmente, com mais de 400 mil católicos, entre os mais de 600 mil habitantes compreendidos pelo território diocesano.

Na noite de sexta-feira, 20, a assembleia acompanhou a apresentação dos textos com as alterações propostas pelas comunidades e participantes da Pré-Assembleia realizada no dia 30 de setembro. O grupo votou e aprovou os textos referentes aos capítulos 1 e 2, que abordam "um olhar sobre a realidade" e "a Igreja que Deus quer". Os momentos foram conduzidos por padre Joel Sávio, Richard Magnus e padre Wilson Buss, com contribuições de padre Thiago Eufrásio, que auxiliou, sobretudo, na adequação dos textos com fidelidade à Palavra de Deus e às orientações fornecidas pelos documentos da Igreja.

Durante o dia de sábado, 21, a Assembleia acompanhou com escuta atenta a leitura do terceiro capítulo do PDP, sobre "a ação evangelizadora na Diocese de Criciúma". O leigo Ênio Leonardo, um dos membros da Equipe de Síntese do novo PDP, salientou que o processo é de atualização do documento, e não de reelaboração, com preocupação de estar em sintonia com o que orientam as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora no Brasil. As cinco urgências propostas pelas DGAE 2015-2019 foram a referência para o "agir", com objetivos específicos, linhas de ação e perspectivas de ação, a fim de iluminar atividades concretas que serão executadas durante o período de cinco anos.

Após a leitura, foram realizados trabalhos em grupos, onde os membros da Assembleia puderam propor acréscimos, supressões e modificações. Após as alterações e apresentação feita pela Equipe de Síntese, a Assembleia fez a votação no final da tarde. Uma etapa pós-assembleia ainda será agendada, para dar continuidade ao processo do quarto capítulo do documento, que trata sobre as "orientações pastorais".

Durante a Assembleia, também houve momentos de oração, com recordação de toda a caminhada diocesana realizada em 2017, terço e santa missa na Capela Nossa Senhora de Guadalupe.