Cúria Diocesana (48) 3433.6313 Catedral São José (48) 3433.1079 imprensa@diocesecriciuma.com.br

Católicos celebram a Páscoa do Senhor na Catedral São José

Data de Publicação
01
2018
04
Domingo
13h17
01 de Abril de 2018 13h17

"Esta noite santa é a mais solene de todo o ano que a Igreja Católica celebra, porque nós celebramos, hoje, a história do amor de Deus quando a luz vence as trevas, a vida vence a morte e a esperança supera todo desânimo e desespero. Esta deve ser sempre a motivação de todos os cristãos, especialmente para nós, católicos, que, com tanta alegria contamos com a presença do Cristo através dos sacramentos do Batismo e, muito especialmente, da Eucaristia, que nos conforta e alimenta com a Palavra e com o Corpo dele". Assim deu início à sua homilia, o Bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach, durante a Solene Vigília Pascal celebrada na noite deste sábado santo, 31, na Catedral São José.

A celebração, que concluiu o Tríduo Pascal, proclamando a Páscoa da Ressurreição, iniciou do lado de fora da igreja, conforme o rito, com a Celebração da Luz, que contempla a bênção do fogo e a preparação do círio pascal. A missa foi concelebrada pelos padres Antônio Júnior, Silvestre Koepp, José Cipriano e Marcos Ferreira.

Com o ambiente iluminado apenas pela luz do círio, vela que simboliza o Cristo Ressuscitado, e das demais velas às mãos dos membros da assembleia, a Liturgia da Palavra apresentou uma série de salmos e leituras do Antigo Testamento, proclamando as maravilhas realizadas por Deus na história da humanidade. No momento do Glória, a Catedral foi iluminada e os sinos repicaram anunciando a Páscoa e, no ofertório, o altar, que permanecia vazio, foi ornado com toalha, crucifixo, velas e flores.

"Estamos participando de algo que milhões e milhões, no mundo inteiro, caminham nesta mesma direção. Nesta noite santa, renovemos a nossa fé e enfrentemos tudo o que vem pela frente, mas sempre com a fé voltada para Jesus Cristo. Nós todos seremos vencedores em Cristo - levemos esta alegria em nossos corações! Que todos tenhamos uma Páscoa maravilhosa em nossa vida, junto a nossa família e nossa comunidade", disse o Bispo em sua homilia.

Após a proclamação do Evangelho, houve a Liturgia Batismal, com a Ladainha dos Santos, a bênção da água batismal e a renovação das promessas do Batismo, seguida pela aspersão da assembleia. Ainda em sua reflexão, Dom Jacinto falou sobre a finitude da vida, sob o olhar da esperança na Ressurreição. "Somos tão humanos e limitados que, a qualquer momento, esta vida que nós amamos, mas tem tantos limites, chega ao fim. Como o coração humano sabe viver sabendo que o fim chega, e chega para todos, se não tivéssemos mais nada a esperar? Seríamos, realmente, os mais infelizes de toda a Criação, como disse São Paulo. Mas nós sabemos que não é assim. A vida plena, a vida gloriosa é uma tentativa de Deus para todos os seus filhos e filhas. Mesmo para aqueles que ainda não creem no Cristo, não O conhecem. Ele só precisa que nós participemos, que nos O acolhamos na vida e que nós não nos afastemos dele. Então, mesmo diante das nossas contingências, das nossas limitações humanas, haverá sempre uma luz para todos nós, uma luz quando chegar a escuridão, uma luz muito maior que vai penetrar em cada coração que tem fé a esperança que nós precisamos para viver todos os dias", destacou.

Confira o álbum completo